cidadegospel

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Feira está entre 20 cidades mais letais para jovens

A 5ª edição do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), que foi divulgada à imprensa nesta quarta-feira (28), no Rio de Janeiro, aponta que a Bahia é o segundo estado do país com a maior concentração de assassinatos entre jovens de 12 anos a 18 anos.

Os dados da pesquisa ainda indicam que o município de Itabuna, no sul da Bahia, lidera em número de homicídios nesta faixa etária entre as cidades brasileiras com mais de 200 mil habitantes. Dentre as capitais, Salvador desponta como a terceira com maior risco de morte para adolescentes.

O levantamento foi elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ) e leva em conta dados coletados no ano de 2012.

A pesquisa mostra que, dentre os cinco estados brasileiros mais letais para jovens de 12 a 18 anos, quatro ficam na região Nordeste. O estado de Alagoas lidera o ranking com um Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) de 8,82. A Bahia vem logo atrás com índice de 8,59, seguido pelo Ceará, com 7,74. Em quarto lugar aparece o estado do Espírito Santo, na região Sudeste, com índice de 7,15. Logo após, aparece a Paraíba - também no Nordeste -, com índice de 6,04.

A pesquisa coloca o município baiano de Itabuna, no sul da Bahia, com IHA de 17,11 - o maior dentre todas as cidades brasileiras com população superior a 200 mil habitantes.

Dentre as 20 cidades mais letais para jovens, cinco estão na Bahia. Além de Itabuna, a lista traz Camaçari em quinto lugar com IHA de 9,82; Vitória da Conquista em oitavo com 8,50; Salvador em nono com 8,32; e Feira de Santana em 13º com índice de 6,79.

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP) afirma que o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) no município baiano de Itabuna teve redução de 23,6% em 2013 (133), numa comparação com o ano de 2012 (174). O decréscimo, segundo a pasta, foi resultado de operações no combate aos homicídios e ao tráfico de drogas na região, a exemplo da transferência de seis líderes de organizações criminosas, detidos no Conjunto Penal de Itabuna, para presídios federais, em março de 2013.

Ainda por meio da nota, a SSP destaca que no bairro de Monte Cristo já funciona uma Base Comunitária de Segurança (BCS) com ações de prevenção a violência voltada para crianças e jovens, além da inauguração do Centro Integrado de Comunicação (Cicom), que teria otimizado o trabalho da polícia na região.

Nordeste

De acordo com os dados, a região Nordeste apresenta a maior incidência de violência letal contra adolescentes, com um índice igual a 5,97. Em contrapartida, o Sudeste possui o menor valor, com uma perda de 2,25 jovens em cada mil.

O estudo ainda revela que a possibilidade de jovens negros serem assassinados é 2,96 vezes maior do que os brancos. Os adolescentes homens apresentam um risco 11,92 vezes superior de morte quando comparado a jovens do sexo feminino. Conforme levantamento, a arma de fogo é o principal meio utilizado nos assassinatos na faixa etária de 12 a 18 anos.

Em relação a todo o país, o estudo mostra que os homicídios representam 36,5% das causas de morte dos adolescentes no país, enquanto para a população total correspondem a 4,8%.
Para a elaboração do IHA, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República afirma que foram analisados 288 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. O levantamento tem como base os dados dos Censos 2000 e 2010, do IBGE, e do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde.

O IHA faz parte das ações do Programa de Redução da Violência Letal Contra Adolescentes e Jovens (PRVL), criado em 2007. A pesquisa na íntegra está disponível online.

As informações são do G1.

Identificado corpo encontrado no bairro Limoeiro

A Polícia Civil identificou o corpo encontrado na manhã desta quarta-feira (28), no final da Rua Brusque, no bairro Limoeiro, em Feira de Santana. Márcio Barbosa da Silva,22 anos, foi morto a tiros ontem (27) a noite, segundo informou moradores da região, que disseram ter ouvido os estampidos por volta das 18h.

De acordo com a delegada Herumdina Nunes, titular da Delegacia de Homícidos e Proteção a Pessoa (DHPP), a vítima estava morando sozinha há dois meses em um imóvel na rua onde foi morto. Ela informou ainda que Márcio já foi preso acusado de tráfico de drogas e roubo à veículos no município de Santo Estevão.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) onde será submetido a necropsia. 

Redação do Folha do Estado, com informações do blog Central de Polícia.

Ex-presidiária morta no Aviário pode ter sido assassinada em queima de arquivo, diz polícia

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) já tem a identificação da mulher assassinada no último domingo (25), no bairro Aviário, em Feia de Santana. Jocimária Santos de Matos, 27 anos, foi levada até o local, de acordo com informações, em um veículo Ford/KA, dados ignorados, e executada em via pública. Ela já foi interna do Conjunto Penal de Feira de Santana, onde cumpriu pena por participação em um homicídio em Salvador, há dois anos.

O corpo foi identificado pelo pai da vítima, Samuel Dias de Matos, que informou que filha havia sido beneficiada em dezembro do ano passado com o indulto de Natal e morou na casa de uma amiga em Feira de Santana, antes de voltar para capital baiana. Ele informou ainda que no dia do crime, Jocimária estava em Feira de Santana para visitar uma pessoa no presídio.

De acordo com o delegado João Rodrigo Uzzun, da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), a Polícia acredita que o crime possa ter sido motivado por queima de arquivo ou vingança.

“As investigações apontam que a vítima tinha envolvimento em crimes e estamos apurando uma participação dela em uma chacina ocorrida no dia 8 de março na invasão Quilombo da Lagol, em Salvador. Isso pode ter motivado a morte dela como queima de arquivo ou mesmo uma vingança”, disse o delegado.

Folha do Estado, com informações do blog Central de Polícia e Carlos Valadares.



Feira de Santana recebe apoio militar após onda de assassinatos

Em decorrência dos dezesseis assassinatos ocorridos em Feira de Santana desde o último final de semana, a Polícia Militar intensificou o policiamento na cidade com o apoio da Companhia Independente de Policiamento Especializado Litoral Norte, Pelotão de Choque e da Companhia de Operações Especiais – COE. O objetivo maior é prevenir que outros crimes aconteçam e identificar e reprimir os autores das mortes nos últimos dias.

De acordo com o Subcomandante da Companhia de Policiamento Regional Leste (CPRF), Tenente Coronel, Elenilson Santos, mais de 150 policiais estão patrulhando a cidade. Ele afirma que nas próximas horas vários crimes serão elucidados com a prisão dos suspeitos.
“Por questão estratégica não posso dizer um número exato, mas ultrapassa 150 homens que vieram para a cidade e desde ontem estão realizando um trabalho de identificação junto com a Coordenadoria da Polícia Civil para darmos à resposta imediata a sociedade”, disse o Subcomandante, reiterando que “uma pessoa já foi presa e tenho certeza que nas próximas 48 horas teremos muitos suspeitos presos e elucidados esses crimes”.
O reforço militar na cidade foi designado pelo próprio Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, que ao ter conhecimento das diversas mortes entrou em contato com Comando em Feira de Santana e ofereceu as tropas. “O próprio Comandante Geral me ligou perguntando o que estava acontecendo, conversamos e ressaltei que nossos policiais estavam trabalhando intensamente, mesmo assim esses crimes aconteceram e ele nos ofereceu o apoio”, lembrou o militar.

PREOCUPAÇÃO

Ainda segundo o Subcomandante, a quantidade de mortes que são registradas em Feira de Santana, mensalmente, tem deixando as autoridades policiais preocupadas e inclusive a Secretaria de Segurança Pública. O Tenente Coronel atribui à violência no que ele chama de “supremacia das drogas” na cidade.

“Estamos destinando nossos esforços para inibirmos que esses fatos aconteçam, mas infelizmente por uma questão da supremacia das drogas em Feira de Santana nos causa surpresa a todo instante. Sabemos que a questão das drogas, atualmente, fere de morte a Segurança Pública”, ponderou.

A maioria dos dezesseis crimes registrados nos últimos dias foi consumada no bairro Queimadinha. Segundo o Subcomandante, o bairro está no topo no ranking de crimes e a maioria das mortes tem ligação com tráfico de drogas.

“Na maioria dos crimes no bairro Queimadinha tem ligação com o tráfico de drogas, infelizmente o bairro é campeão de homicídios e outras ocorrências policiais, para onde destinamos uma preocupação intensa com a aplicação de policiamento na parte preventiva e repressiva”, concluiu.

Por: Neto Sepúlveda, com reportagem de Denivaldo Costa (programa Ronda Policial).

Polícia encontra corpo com sinais de tortura e execução em Conceição do Jacuipe

O corpo de um homem seminu e ainda não identificado foi encontrado pela polícia na manhã desta quarta-feira (28), às margens da BR-101, no bairro Nova Brasília, em Conceição do Jacuipe.

Ele já estava em estado de gigantismo e apresentava várias marcas de tiros e tinha os olhos vazados. O corpo tinha uma tatuagem na perna direita.
Populares informaram ter ouvido disparos de arma de fogo na noite de segunda-feira. Uma equipe da delegacia territorial esteve no local e providenciou a remoção do corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro.

Blog Central de Polícia, com informações e fotos do Jacuipe Notícias.

Acidente de moto mata morador de Irará

Um homem morreu na noite passada (3), no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), vítima de um acidente de moto.

Segundo informações, Etiene da Silva Cerqueira, 46 anos, conduzia uma motocicleta de dados ignorados, quando foi colhido por um veiculo na Avenida de Contorno, próximo ao conjunto Viveiros.

Não há detalhes sobre o fato, mas o corpo já foi encaminhado para o Departamento de Policia Técnica (DPT) de Feira de Santana. A vítima morava na rua Ruy Barbosa, município de Irará.

Blog Central de Policia, com informações de Carlos Valadares (Jornal Transamérica).

Homem morto a tiros no Limoeiro

O corpo de um homem aparentando ter entre 30 e 35 anos de idade, foi encontrado na manhã desta quarta-feira (28), no final da Rua Brusque, no bairro Limoeiro, em Feira de Santana.

De acordo com os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), a vítima não portava identificação e apresentava perfurações de disparos de arma de fogo na cabeça. Moradores da região informaram à polícia, terem ouvido barulho de tiros por volta das 19h de ontem.
O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) onde aguarda reconhecimento de familiares. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Com informações de Folha do Estado e Jorge Teles (Subaé Notícias).